A PRESENÇA ALEMÃ NA ANTROPOLOGIA SOCIAL A PARTIR DAS PERSPECTIVAS DE FRANZ BOAS E CLIFFORD GEERTZ

Contenido principal del artículo

Sílvia Maria Ferreira Guimarães

Resumen

Este artigo visa analisar a potencialidade do pensamento alemão na antropologia,para tanto, discute a influência dos trabalhos de Franz Boas e Clifford Geertz. Boas estava ancorado em ideais cientificistas e seu fazer na ciência social se dava, principalmente, a partir da tensão entre a ciência do espírito, que busca o estudo do fato em si, e a ciência da natureza, que busca a comparação de fatos. Por sua vez, Geertz critica os postulados científicos e potencializa a antropologia ao revelar outros caminhos para alcançar a verdade, ao situar de uma maneira nova o sujeito cognoscente e ao assumir a especificidade do objeto das ciências sociais.


 

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Detalles del artículo

Cómo citar
Ferreira Guimarães, S. M. (2019). A PRESENÇA ALEMÃ NA ANTROPOLOGIA SOCIAL A PARTIR DAS PERSPECTIVAS DE FRANZ BOAS E CLIFFORD GEERTZ. Antropología Americana, 1(01), 33–53. https://doi.org/10.35424/anam012016%f
Sección
Artículos